Propostas d@s candidat@s para Mobilidade Urbana – compare

Fonte: http://meuvoto.projetobrasil.org.br/#/comparativo

Alice Portugal

  • Estabelecer a meia passagem sem limite.
  • Construção participativa do plano de mobilidade urbana .
  • Implantação de corredores exclusivos de ônibus.
  • Informatização dos pontos de ônibus com estimativa de chegada e listagem de linhas.
  • Ampliação da frota durante período noturno – ônibus 24horas.
  • Alimentação do sistema de transporte público de massa – integração modal.
  • Interligação do sistema de ônibus municipal e da RMS(Região Metropolitana de Salvador), com a ampliação da malha metroviária, e trens.
  • Qualificar os semáforos através de sistemas “inteligentes e sincronizados” aumentando assim a velocidade média do tráfego soteropolitano nas grandes avenidas.
  • Integração tarifaria do sistema de transporte municipal e metropolitano.
  • Melhorar o Sistema de transporte Hidroviário.
  • Ampliação e requalificação da malha cicloviária de Salvador.
  • Implantação do programa Cidade Bicicleta elaborado pelo Governo do Estado.
  • Programa de requalificação e dotação de calçadas, pavimentação adequada, iluminação pública, corrimão, escadas, sinalização etc.
  • Implementar ações que propiciem melhor acessibilidade aos pedestres, em especial às pessoas com deficiências.
  • Em passeios públicos e criar novos calçadões em áreas de grande fluxo.
  • Implantação de bicletários em espaços livres (praças, parques etc.), em equipamentos urbanos e de lazer, e ao longo dos corredores de transporte de massa.
  • Adoção de uma política mais justa de reajuste das tarifas municipais de transporte urbano. Desenvolver estudos para implantação da Tarifa Social Zero, para estudantes da rede pública, beneficiários do Bolsa família, e desempregados. Financiada em grande parte com a própria desoneração das empresas.
  • Meia passagem para estudantes técnicos.
  • Ampliação e requalificação da frota de ônibus.
  • Realização de campanha educacional de combate ao machismo, e a práticas de desrespeito às mulheres, em especial dentro do transporte público.
  • Revisão das tarifas da zona azul.
  • Ampliação das áreas de estacionamento.
  • Implantação de sistema de transporte público vertical (elevadores, planos inclinados, funiculares etc.) em toda a cidade, de forma a enfrentar a sua topografia.

Antonio Carlos Magalhães Neto

  • Intensificação da implantação de semáforos inteligentes para assegurar a fluidez do trânsito na cidade.
  • Ampliação dos serviços de monitoramento eletrônico do trânsito.
  • Implantação do BRT LAPA-IGUATEMI, que ligará os dois pontos de maior fluxo de passageiros da cidade, além de sua extensão até Itaigara e Pituba.
  • Implantação de um programa de microacessibilidade por meio de novos modelos e soluções para fazer a articulação entre os vales e as cumeadas, principalmente nos bairros populares.
  • Construção de ciclovias e ciclofaixas.
  • Ampliação do sistema viário da cidade, com a implantação e duplicação de vias arteriais e coletoras, para assegurar a dinamização urbana de algumas áreas, assim como o equacionamento de pontos críticos, possibilitando maior fluidez ao trânsito.

Fábio Nogueira

  • Criação de equipamentos e ciclovias em áreas não centrais.
  • Estabelecimento de uma nova política de transporte que elimine a concorrência desleal entre Uber e taxistas.
  • Trocar a dívida dos empresários de ônibus por serviços, renovação da frota.
  • Estudo e implantação da Tarifa Zero nos ônibus para estudantes e desempregados.
  • Integração dos moto taxistas e as vans à mobilidade urbana.
  • Completar a integração do sistema de ônibus e ampliação das rotas e horários.
  • Criação de equipamentos e ciclovias em áreas não centrais.

Celia Sacramento

  • Reforma e construção de escadarias para os bairros em que há difícil acesso em decorrência do relevo.
  • Implantação e conserto de corrimões nas escadarias da cidade.
  • Criação de bolsões de estacionamento em várias regiões de Salvador, para incentivar a utilização de transporte público, através de parcerias público-privadas.
  • Estabelecer estudos para a modernização de um sistema de transporte coletivo fazendo a circulação interna do município, interligando os diversos aparelhos públicos culturais e de saúde.
  • Aumentar acesso aos meios de transporte de alta capacidade da região metropolitana (VLT(Veículo leve sobre trilhos), BRT(ônibus de transporte rápido) e Metrô).
  • Implantar mais passarelas, eliminando semáforos para uma maior fluidez do trânsito em diversos horários.
  • Melhorar o transporte náutico para a população que mora nas áreas que necessitam de tal serviço.
  • Aumentar o número de placas de sinalização com os principais idiomas (português, inglês, espanhol e libras).
  • Revisão da sistemática de fiscalização das multas de trânsito.
  • Construir critérios justos para penalização das infrações de trânsito com ações de advertência para desenvolver a consciência cidadã; as multas não devem ser punitivas, mas sim instrumentos de reflexão.
  • Criação do cadastro de desempregados para garantir transporte gratuito.
  • Criação do cadastro dos líderes comunitários integrantes de Conselhos Municipais com o fim de garantir gratuidade no transporte.
  • Criação de banco de horas de descontos para os usuários da faixa azul.

Claudio Silva

  • Intensificação do programa de expansão e manutenção da iluminação pública, melhorando as condições de mobilidade e segurança nas diversas vias do Município.
  • Ampliação do programa de drenagem, pavimentação e requalificação asfáltica do Município.
  • Atração de equipamentos para descentralização regional de serviços bancários, postais, cartoriais e de rede de comunicação digital como forma de aumentar a comodidade de acesso e melhorar a mobilidade urbana no Município.
  • Promoção da integração viária de bairros e localidades municipais, para melhoria da mobilidade urbana e do acesso a equipamentos públicos de serviços essenciais e comunitários, a partir de estudos de demanda de tráfego local, regional e metropolitano.
  • Melhoria de vias e implantação de linhas alternativas de acesso ao Metrô, com vistas ao aumento da capilaridade viária em localidades de alta densidade como: Cajazeiras, Subúrbio Ferroviário, São Caetano e Liberdade.
  • Implantação de projeto de revitalização da mobilidade do Centro Histórico, com a implantação de sistema especial de transporte de pequeno porte e bolsão de estacionamento, como forma de estimular o deslocamento a pé e cicloviário na região central da cidade.
  • Implantação de políticas públicas de estímulo a requalificação de calçadas e acessos a equipamentos públicos e privados, para garantia do acesso pleno de pessoas com deficiência.
  • Implantação de sistema cicloviário e de estacionamento rotativo em áreas públicas, como forma de melhorar a mobilidade urbana em localidades com elevados índices de saturação do sistema viário.
  • Implantação de estacionamento rotativo em áreas públicas, como forma de estimular a descentralização de espaços comerciais e melhorar a mobilidade urbana em localidades com elevados índices de saturação do sistema viário.
  • Qualificação continuada e dotação de equipamentos e recursos técnicos e tecnológicos para os integrantes do quadro municipal de profissionais do trânsito.
  • Revisão da regulamentação do sistema municipal de transporte coletivo, observados o advento do Metrô, a demanda, o porte dos veículos e a integração local, regional e metropolitana como pressupostos fundamentais do sistema.
  • Implantação de critérios e regras objetivos de manutenção, conservação e renovação de frota do transporte coletivo municipal.
  • Elaboração e implantação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana.
  • Definição e formalização do plano funcional, de carga e descarga.
  • Expansão e readequação de vias do Município, com vistas a devolver à cidade a fluidez do trânsito.
  • Implantação de política de fiscalização e monitoramento do transporte coletivo, através de recursos humanos, técnicos e tecnológicos, que permita o acompanhamento, em tempo real e a distância, do funcionamento do sistema.
  • Ativação do sistema digital de interação em tempo real entre passageiros e o Sistema de Transporte Municipal, possibilitando o acesso e troca de informações Contributivas para a melhoria contínua do Sistema.

Isidóro

  • Melhorar as condições de acessibilidade em calçadas e passeios públicos.
  • Investimentos maciços no transporte público, que garanta pontualidade e passageiros sentados, utilizando sistema articulado e integrando com transporte alternativo
  • Articular a colocação de ar Condicionado, nos transportes coletivos.
  • Acelerar a integração do sistema de transporte coletivo ao metrô, buscando a tarifa única.
  • Criar a Rede Municipal da Acessibilidade (trânsito e transporte) composta por pedestres, ciclistas, motociclistas, transporte coletivo, veículos particulares e de serviço.
  • Promover uma maior integração entre os modais de transporte e a região metropolitana.
  • Construção de novos terminais de ônibus na região sul e oeste para a interligação da região metropolitana.
  • Instituir um projeto educacional específico para o correto uso da motocicleta, principalmente como veículo de trabalho e transporte de bens.
  • Criar um departamento específico para cuidar das questões da mobilidade e acessibilidade urbana.
  • Revitalização de pavimentos e passeios, com a remoção de obstáculos e implantação de rampas de concreto, passagens de nível nas vias.
  • Ampliar a construção de passarelas, reduzindo a quantidade de semáforos, desafogando o trânsito.
  • Aprimorar programa permanente de educação para o trânsito voltado para crianças em idade escolar e adultos em geral, ou seja, pedestres, condutores e passageiros.
  • Aperfeiçoar o serviço de atendimento aos usuários de transporte coletivo.
  • Ampliar, em parceria com o Governo do Estado (SSP), o sistema eletrônico de monitoramento para efetivo controle operacional da frota do transporte coletivo.
  • Aprimorar os serviços de táxi, de transportes escolares e alternativos.
    Modernizar e intensificar os serviços de manutenção e implementar sinalização viária horizontal, vertical e semafórica.
  • Criar linhas de crédito para mototaxista, para adquirir novas motos, melhorando e dando mais segurança aos usuários desse novo sistema especial de transporte.
  • Melhorar as condições de mobilidade urbana, a circulação de veículos motorizados e não-motorizados, por meio da requalificação da infraestrutura do Centro Antigo de Salvador.

Rogério Da Luz

  • Cancelamento de todas as multas por sistemas eletrônicos e desativação dos mesmos.
  • Fim da zona azul.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s